Instalações

INSTALAÇÃO A PLENUM


Os Climatizadores Evaporativos das Linhas CEA e CER, por terem em sua construção ventiladores axiais de baixo ruído e em sua caixa de insuflamento de ar uma grelha direcionadora em alumínio para descarga direta no ambiente, é o modelo mais utilizado para climatização de ambientes com descarga de ar plenum, pois possibilita uma instalação rápida e de baixo custo.

Instalações

Para esta forma de instalação é necessário apenas uma abertura na parede com capacidade para abrigar a caixa de insuflamento que será a única parte visível de dentro do prédio, ficando o Climatizador todo do lado externo, como podemos observar pelas fotos abaixo.

Para a colocação dos Climatizadores do lado externo, será necessário uma rede hidráulica com água tratada de ¾” para abastecimento automático do equipamento e um ponto de drenagem de ½” para quando for efetuada a limpeza e manutenção dos Climatizadores, além é claro da rede elétrica, a sustentação pode se dar através de suportes ou “mão francesa”.

Instalações

É muito importante que o local tenha áreas por onde o ar insuflado possa sair, pois só assim haverá 100% de renovação do ar no ambiente. Estas áreas de saída do ar podem ser portas, janelas, vitrôs etc.

INSTALAÇÃO COM TETO PLENUM


Outra forma de instalação dos Climatizadores Evaporativos, modelos CEA e CER se dão através do chamado “teto plenum”.

O “teto plenum” é utilizado como forma mais homogênea de distribuição do ar, pois o ar do Climatizador Evaporativo é insuflado através de uma caixa de descarga ou duto, para a área compreendida entre o forro (que pode ser de gesso, madeira, isopor entre outros), e a laje do pavimento, formando assim um “colchão de ar” que terá vazão através das grelhas de ar instaladas no forro ao longo da área.

Instalações

INSTALAÇÃO A PLENUM COM EXAUSTÃO MECÂNICA


Esta forma de instalação é a mesma, utilizada na forma a Plenum, porém com uma característica especial.

Através desta instalação, busca-se atender áreas dentro da zona climatizada, que por algum motivo, seja ele de planta do edifício ou mesmo visando uma maior circulação de ar em determinado ponto, utiliza-se um exaustor próximo a esta área, com a finalidade de se produzir um fluxo preferencial de ar no ambiente, de forma a distribuir o ar homogeneamente no ambiente atendido para melhorar as condições de conforto térmico, forçando a saída do ar insuflado e obrigando-o a passar por determinado local.

É também muito utilizado em ambientes onde existem geração de poluentes, forçando a saída destes para locais pré-determinados

Instalações

INSTALAÇÃO COM DUTOS DE AR


Esta forma de instalação é indicada somente quando não há uma forma alternativa, pois o custo com a compra e instalação de uma rede de dutos onera muito a obra.

Contudo, uma instalação bem feita, traz ao ambiente uma ótima distribuição do ar, onde se pode atingir vários ambientes, assim como vários andares e até mesmo áreas específicas, concentrando os equipamentos em apenas um lugar, seja ele ao lado do prédio ou na cobertura.

Instalações

Estes dutos poderão ser confeccionados em aço galvanizado, ou seja, os dutos metálicos, ou nos modelos infláveis confeccionados em plástico ou tecido, estes com valores mais accessíveis, porem sem muita estética.

INSTALAÇÃO COM CAPTAÇÃO DE AR SUPERIOR


Há casos em que a captação de ar não pode se dar pelas laterais ou fachadas aos prédios, comprometendo a instalação a Plenum como esboçada inicialmente.

Em locais onde não há corredores laterais que possibilitem a instalação de equipamentos externos ou em áreas fabris de grande porte, onde não se desejam a utilização de dutos, pode-se optar pela instalação de Climatizadores CEA ou CER, buscando a captação de ar através do telhado.

Esta forma de instalação é também econômica e bastante prática, permitindo inclusive a climatização de áreas localizadas.

Instalações

Galeria


Clique nas imagens para ampliar